Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
26
26 SET 2022
MEIO AMBIENTE
Parque Fernão Dias recebe atividades da Semana Florestal e sensibiliza população sobre a importância da biodiversidade
Foto Noticia Principal Grande
Foto: Ricardo Lima/PMC
enviar para um amigo
receba notícias

Com uma programação extensa, a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - Semad promoveu uma série de ações na Semana Florestal, que aconteceu entre os dias 18 e 25 deste mês. Algumas dessas atividades aconteceram na tradicional área arborizada da cidade, o Parque Fernão Dias, localizado no bairro Cinco. Encontro de Cuidadores de Nascentes, Trilha dos sentidos com o Cefet, e apresentação teatral, com Diversão em Cena, foram alguns dos eventos.

A Semana Florestal é celebrada no Brasil nos dias anteriores e posteriores ao dia 21 de setembro – data em que se comemora o Dia Nacional da Árvore - e também o dia 22 de setembro, Dia Nacional de Defesa da Fauna, que marca o início da primavera. Para encerrar a programação, os contagenses se divertiram na manhã de ontem (25/09) com a história “A Fantástica Floresta”, apresentação teatral do Diversão em Cena.

Já o Encontro de Cuidadores de Nascentes aconteceu na última quinta-feira (22/09), com a presença de 15 munícipes que receberam a palestra do geógrafo da Secretaria de Meio Ambiente de Belo Horizonte, Rodrigo Ádamo. O objetivo do encontro foi estimular as pessoas a adotar e proteger as nascentes da cidade. A parceria entre Belo Horizonte e Contagem acontece por meio do Programa de Recuperação e Desenvolvimento Ambiental da Bacia da Pampulha - Propam.

“O assunto nascentes é de extrema importância. Está sendo discutido um ente que promove e permite a existência da biosfera. No caso desse encontro, o tema foi muito pertinente, pois é o cidadão recuperando e cuidando do que é coletivo. Deve-se ficar claro que sem a participação do cidadão não haverá conservação de nascentes ou de qualquer outro corpo d’água. Encontrar com as pessoas que protegem as nascentes por conta própria, ouvir a história de cada uma e obter conhecimento com a experiência delas é gratificante”, disse Rodrigo.

A superintendente de Políticas Ambientais da Semad, Sirlene Almeida, também falou sobre o Programa Municipal Contagem das Nascentes. Ela explicou sobre os três eixos do programa: cuidadores das nascentes; mapeamento/cadastramento; e recuperação das nascentes. “Temos, aproximadamente, 500 nascentes cadastradas em Contagem. Quando o morador tem uma área com nascente dentro da sua área como em um sítio, lote, entre outros, ele pode entrar com pedido de certidão de Área de Preservação Permanente - APP, e, consequentemente, conseguir um desconto no IPTU”.

Um dos cuidadores presentes e que demonstrou muita empolgação sobre o que faz é Wilde de Souza, do Vila São Paulo. "Sou caçador de nascentes. Ando muito atrás delas. Quando descobri a primeira, há mais de 20 anos, fiz questão de cuidar. Acho que esse cuidado ajuda muito o coletivo, tanto o meio ambiente, as pessoas e os animais. Espero que mais pessoas possam ter essa iniciativa para ajudar o meio ambiente”, disse.

Outro momento marcante foi a visita dos estudantes da Escola Municipal Professor Geraldo Basílio Ramos que realizaram o percurso de 80 metros da “Trilha dos Sentidos”, com os olhos vendados. A ação é uma parceria com o Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - Cefet MG. A trilha busca utilizar o aparato sensitivo dos participantes, ou seja, o olfato, o paladar, a audição, o tato e a visão, para conectá-los aos elementos do meio ambiente. A equipe que conduz também utiliza o relevo como elemento principal para testar os sentidos.

Os monitores ambientais fazem explicações sobre os elementos que os participantes encontram no trajeto. “Essas explicações sempre buscam relacionar o elemento que o participante percebeu no trajeto, que pode ser desde uma árvore até às diferenças de relevo, com a necessidade da aplicação da conservação ambiental e sustentabilidade. Com isso, a gente trabalha a percepção ambiental da população, incentivamos o senso crítico e a conscientizamos do seu papel como agente fundamental para a mudança positiva do planeta”, disse o monitor ambiental do Cefet, Fillipe Diniz.

Os estudantes da rede municipal adoraram esse momento no meio das árvores. “Achei muito interessante essa atividade. Essa trilha nos fez sentir o paladar, tato, audição e olfato. Adorei o passeio e gostei muito daqui”, alegou Luana Beatriz, 10 anos. Já Sofia Martins, 9 anos, disse que foi importante ver em prática esses sentidos, já que estão trabalhando esse tema na escola. “Aconselho outras pessoas a participarem dessa atividade”.

Clique e confira a galeria de fotos do Encontro de Cuidadores de Nascentes.
Clique e confira a galeria de fotos da Trilha dos Sentidos.

Autor: Raquel Lopes
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia