Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
29
29 SET 2022
SAÚDE
Contagem alerta para cuidado com doenças cardiovasculares no Dia Mundial do Coração
enviar para um amigo
receba notícias
Boa alimentação, atividade física e controles periódicos com o médico podem evitar problemas cardíacos

Neste Dia Mundial do Coração (29/09), Contagem alerta sobre a importância dos cuidados com as doenças cardíacas. Segundo a Organização Mundial de Saúde - OMS, as doenças que acometem o coração e os vasos sanguíneos são a causa número um de mortes no mundo e podem atingir qualquer pessoa, em qualquer idade.

O sistema cardiovascular é composto por veias, vasos capilares, artérias e coração. O coração é responsável pelo bombeamento do sangue por todo o corpo humano, levando todos os elementos que mantém a vida, como oxigênio, sais minerais, água, glicose, proteínas, entre outros.

No entanto, alguns fatores de risco, como sedentarismo, obesidade, tabagismo, alcoolismo, sono desregulado, má alimentação e estresse podem ocasionar doenças cardíacas. Entre as mais comuns, destacam-se a hipertensão, insuficiência cardíaca, arritmia cardíaca, infarto e acidente vascular cerebral - AVC.

A médica cardiologista do SUS Contagem, Cláudia Sueli da Rocha, aponta algumas comorbidades que podem agravar os quadros cardíacos dos pacientes. “Diabetes, asma e doenças renais combinadas a uma hipertensão, por exemplo, podem agravar o caso desses pacientes. Por isso, é importante que os cuidados com o coração sejam uma rotina e que comecem desde o nascimento. A cada seis meses, o paciente deve procurar o seu médico e fazer um check up, exames de sangue e urina, além de evitar os fatores de risco”.

Uma vez diagnosticado com alguma doença cardiovascular, o paciente pode fazer o controle em uma Unidade Básica de Saúde - UBS, onde receberá medicações para controle de pressão, que não deve estar acima de 13/9. Caso tenha uma urgência cardíaca, o paciente deve se dirigir a uma Unidade de Pronto Atendimento - UPA, onde seguirão todos os protocolos universais para essas urgências.

A médica cardiologista também ressalta que os excessos e o sedentarismo são muito prejudiciais. “Os excessos de sal e açúcar são ruins para o bom funcionamento do corpo. Além disso, o corpo humano nasceu para movimentar, ele não pode ficar parado. Manter o corpo em dia, com atividades físicas e boa alimentação, reforça o sistema cardiovascular e evita doenças”.

Cláudia da Rocha ainda explica que o controle médico e uma vida saudável garantem que um paciente hipertenso possa voltar a ser normotenso (pressão 12/8). “Se a alta da pressão tem uma causa secundária, como alguns tumores, a chance de o paciente voltar a ser normotenso é grande. Para causas primárias, como tabagismo, sedentarismo e má alimentação não há cura, mas existe tratamento para controle dessas doenças”, diz a médica.    

É importante ficar atento às emergências cardíacas que, além de muito recorrentes, são a principal causa de morte no país, segundo dados da OMS. Detectar os sinais e socorrer a pessoa nas primeiras seis horas, em uma UPA, é essencial para evitar sequelas, como paralisia, lesão cerebral, coma, perda cognitiva, disartria e dislalia, além de morte.  

 Identifique os sinais e sintomas em casos de infarto: 

  • Dores acima da cicatriz umbilical

  • Falta de ar

  • Dormência

  • Cefaléia

  • Mal-estar

  • Hipotensão

  • Náuseas e vômitos

  • Dor no peito

Identifique os sinais e sintomas em casos de AVC: 

  • Sorriso: peça para a pessoa sorrir. Confira se um lado do rosto não se mexe

  • Fala: peça a pessoa para falar ou cantar o trecho de uma música. Confira se as palavras então enroladas

  • Movimento: peça a pessoa que levante os braços ou caminhe. Confira se ela cai para um lado ou não consegue se mexer

  • Dores de cabeça, confusão mental e alteração de visão

Além de evitar os fatores de risco, fazer controle médico e manter os exames em dia, Cláudia Rocha ressalta o que considera ser uma das maiores formas de prevenção. “O mais importante na prevenção da saúde é a educação e a informação. A educação com respeito à ciência e de boa qualidade deve estar em todos os momentos da nossa vida. Viver é muito bom e viver com saúde é melhor ainda. A saúde e a educação devem sempre estar juntas, por isso, é tão importante a conscientização".
Autor: Estagiária Ana Cecília Araújo sob supervisão da jornalista Vanessa Trotta
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia