Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
30
30 SET 2022
EDUCAÇÃO
SAÚDE
Programas desenvolvem ações de educação nutricional e saúde bucal para crianças da rede municipal
enviar para um amigo
receba notícias
Iniciativa busca promover saúde integrativa a partir da articulação entre profissionais das áreas da saúde e educação

Na última quarta-feira (28/9), a Secretaria Municipal de Saúde - SMS, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação- Seduc, realizou a primeira etapa, do terceiro quadrimestre, do Projeto Crescer Saudável, associado ao Programa Saúde na Escola. As atividades aconteceram no CEMEI Beija-Flor, no bairro São Joaquim, localizado na região da Ressaca.

O Programa Saúde na Escola- PSE é uma iniciativa federal intersetorial que tem a finalidade de contribuir no desenvolvimento dos estudantes da rede pública da educação básica, por meio de ações de prevenção, promoção e atenção à saúde e por meio da articulação entre os profissionais de saúde da Atenção Primária e dos profissionais da educação.  

Já o Projeto Crescer Saudável foi elaborado e coordenado pelo Núcleo de Atenção Nutricional (NAN) da Superintendência de Atenção à Saúde - SAS de Contagem. Ele está vinculado ao PSE e tem como objetivo promover a alimentação saudável e prevenir a obesidade infantil no município para as crianças matriculadas na Educação Infantil e Ensino Fundamental I.  

As atividades dos programas estão sendo realizadas nas escolas públicas municipais de Contagem pactuadas com o PSE. Ao todo, 53 escolas e 27.720 alunos são contemplados pelos programas.  

A referência técnica do PSE e membro do Núcleo de Promoção à Saúde e Equidade na Atenção Básica, Ivanete Santos, destaca que “os programas buscam contribuir para a saúde integral dos estudantes da rede pública de ensino da educação básica, por meio do fortalecimento de ações que integram as áreas de saúde e educação no enfrentamento de vulnerabilidades e sem dúvidas os maiores beneficiados são os estudantes e a comunidade escolar. Por isso, a importância da integração e a articulação entre os setores da educação, saúde, famílias e comunidade escolar”. 

Ela ainda reforça que, conforme consta no instrutivo do Programa Crescer Saudável 2021/2022, a escola é um dos espaços de proteção social mais propício e prioritário para a promoção de hábitos saudáveis e o combate ao excesso de peso e, por caracterizar-se como um espaço de formação e potencialização de hábitos e práticas onde as crianças convivem, aprendem e formam valores e hábitos que se perpetuam por toda a vida.

A nutricionista do Distrito Ressaca, Talita Alves, explicou as etapas do Programa Crescer Saudável. “O programa tem alguns momentos. O primeiro é a antropometria, em que nós medimos e pesamos as crianças. Esses dados serão lançados no sistema de informação e-SUS pela UBS de referência de cada escola. Essas informações são analisadas de forma demográfica para fazer um perfil dessas crianças. O segundo momento é a realização de uma educação nutricional, para conscientizar essas crianças de acordo com a faixa etária. O terceiro é o acolhimento para as crianças que precisam de uma atenção especial, obesas ou baixo peso, para a gente construir um processo de cuidado com elas”, disse a nutricionista.   

Além de pesagem e medição das crianças, a equipe entregou um kit com escova de dente e creme dental para cada uma. Foi feito ainda um levantamento daquelas que precisam ser encaminhadas para uma UBS, para tratamento especializado.  

A dentista da UBS São Joaquim, Isadora Barbosa, ressalta a importância do programa. "Estamos introduzindo a escovação para as crianças. Elas são pequenas, não entendem muito ainda e não conseguem fazer sozinhos, mas orientamos o básico, desenvolvendo uma coordenação motora, mostrando que a escovação é importante. Nós também queremos fazer uma orientação com os pais, porque na idade dessas crianças, são eles que fazem a escovação. Então, é preciso conscientizar também os responsáveis.”

Autor: Estagiária Ana Cecília Araújo sob supervisão da jornalista Vanessa Trotta
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia