Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
19
19 DEZ 2022
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Contagem fecha 2022 como terceira maior economia de MG e segunda em geração de empregos
enviar para um amigo
receba notícias

Contagem se firma cada vez mais como modelo de gestão e desenvolvimento para o país. O município se manteve por mais um ano como a terceira maior economia de Minas Gerais, se destacou em 2022 como a segunda cidade do estado que mais gerou empregos e vai iniciar o próximo ano com grande potencial de investimento.

Dados divulgados na última sexta-feira (16/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, mostram que Contagem permanece ocupando a terceira posição no ranking das maiores economias de Minas, com um Produto Interno Bruto - PIB de R$ 29,558 bilhões, atrás apenas de Belo Horizonte e Uberlândia, segundo a pesquisa realizada em 2020.

Mais empregos

Neste ano, Contagem se isolou na segunda colocação na geração de empregos em Minas Gerais. Conforme os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED, até o mês de novembro de 2022, Belo Horizonte lidera a lista de cidade que criaram novos postos de trabalho com carteira assinada, (46.787), seguida por Contagem (8.545), Uberlândia (4.834) e Betim (3.666). Considerando os dois últimos anos, quando Contagem ganhou nova gestão, o município gerou 19.920 empregos, sendo 8.973 no setor de serviços, 4.895 no comércio, 4.296 na indústria, 1.732 na construção civil e 24 na agropecuária.

Saúde financeira 

Contagem está fechando o ano, também, com as contas equilibradas, receita expressiva e alta capacidade de investimentos graças às diversas obras em andamento em todas as regiões da cidade, que vão trazer progresso e desenvolvimento para a cidade. São aplicados R$1,2 bilhão em recursos próprios para a realização de empreendimentos de infraestrutura, saneamento, construção de escolas, unidades de saúde, espaços de promoção do lazer, esporte e cultura, entre outras áreas.

A receita corrente líquida de Contagem é de 2,567 bilhões, sendo que cerca de R$1 bilhão (quase 40%) é proveniente de receitas próprias como IPTU, ISS, ITBI, IRRF, entre outros) o que proporciona ao município menor dependência de transferências constitucionais. Além disso, a dívida consolidada da cidade corresponde a apenas 30% de sua receita, com R$779,325 milhões, o que é considerado um passivo baixo. 

Já a dívida corrente líquida de Contagem, determinada a partir dos critérios da Lei de Responsabilidade Fiscal, que subtrai as disponibilidades financeiras do município das dívidas consolidadas, é de apenas 8,6% das receitas, percentual muito inferior ao limite, que é de 120%, o que evidencia o controle responsável das despesas feito pela Prefeitura. Em valores reais, a dívida líquida é de R$220,914 milhões, ante à margem de R$3,080 bilhões permitidos.

Com uma gestão eficiente e responsável, Contagem encerra 2022 ostentando uma economia maior do que diversas capitais brasileiras, como Florianópolis-SC, Cuiabá-MT, Vitória-ES, Maceió-AL, Natal-RN, Teresina-PI, João Pessoa-PB e Aracaju-SE. 


 
Autor: Rômulo Abreu
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia